Menu

Exposição “O POETA VOADOR, SANTOS DUMONT” conquista prêmio internacional

Humberto Teski / Divulgação Humberto Teski / Divulgação

“O Poeta Voador, Santos Dumont”, exposição que destaca a capacidade de inovação do inventor brasileiro, conquistou nesta quinta-feira, 17, a medalha de ouro no International Design & Communication Awards (IDCA), uma das principais premiações do mundo na área de museus.  O reconhecimento na categoria Melhor Cenografia de Exposição Temporária foi anunciado durante a 17ª edição da conferência internacional “Communicating the Museum”, em Québec, no Canadá. Além de participar da premiação do IDCA, o secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, Hugo Barreto, apresentou também, no encontro, as experiências de engajamento de públicos do MAR – Museu de Arte do Rio e do Museu do Amanhã.

“O Poeta Voador, Santos Dumont” já recebeu mais de 455 mil visitantes no Museu do Amanhã, desde abril. “Destacamos o lado poético e artístico de Santos Dumont, daí o título ‘o poeta voador’. Ele era um homem de ciências que se inspirava na arte: foram as histórias de Júlio Verne, por exemplo, que o despertaram para o sonho de voar. Mostramos que exercitar a criatividade é uma forma de impulsionar descobertas”, explica Gringo Cardia, curador da exposição.  Para ele, a interatividade e a forma lúdica de exibir conceitos científicos possibilitou a comunicação tanto com o público infantil, quanto com os adultos. “As pessoas se sentem parte da história ao perceber como as criações de Santos Dumont e a evolução do voo têm impacto na vida delas até hoje”, comenta Gringo.
 
A exposição apresenta Santos Dumont como jovem empreendedor, que disponibilizava projetos para serem replicados, em vez de registrar patente, em uma espécie de creative commons da época. Foi um dos primeiros designers contemporâneos do país, com traços precisos, simples e funcionais; um dos brasileiros mais célebres do mundo (lançou moda em Paris, capital do mundo no início do século XX) e ícone da capacidade brasileira de fazer ciência.
 
O inventor é o fio condutor para um passeio pela história do voo. “Valorizamos a capacidade brasileira de inovar e de fazer ciência, motivando jovens e crianças para a atividade científica”, define o curador do Museu do Amanhã, Luiz Alberto Oliveira.

Serviço:
O POETA VOADOR, SANTOS DUMONT
Endereço: Praça Mauá, 1 – Centro.
Horário: de terça a domingo, das 10 às 17 horas
Telefone: (21) 3812-1800

voltar ao topo