Menu

IMS Rio recebe exposição que trata do embate editorial das revistas Life e O Cruzeiro no início dos anos 1960, com fotos de Gordon Parks e Henri Ballot

Divulgação Divulgação

A partir do dia 20 de fevereiro, o IMS Rio apresenta a exposição O caso Flávio – O Cruzeiro versus Life: Gordon Parks no Rio de Janeiro e Henri Ballot em Nova York, que conta a história do embate editorial entre a publicação americana e a revista brasileira no início dos anos 1960. Com 30 imagens dos dois fotógrafos e fac-símiles das revistas, a mostra tem curadoria de Sergio Burgi, coordenador de fotografia do IMS; de Amanda Maddox, do J. Paul Getty Museum (Los Angeles); e de Paul Roth, do Ryerson Image Centre (Toronto, Canadá), instituições coorganizadoras da exposição, em conjunto com a Gordon Parks Foundation (Nova York).

Por ocasião da abertura, às 19h30, acontece uma palestra com os curadores Paul Roth e Sergio Burgi, e com o pesquisador Joaquim Marçal. O evento acontece na sala José Carlos Avellar, é gratuito e sujeito à lotação da sala.
 
A polêmica entre as revistas Life e O Cruzeiro começou com a publicação de uma matéria de autoria do fotógrafo norte-americano Gordon Parks (1912-2006) na edição da Life de 16 de junho de 1961, intitulada “O terrível inimigo da liberdade: a pobreza”. O tema principal era a vida sofrida de uma família nordestina na favela da Catacumba, na Zona Sul do Rio de Janeiro, retratando, em particular, o filho mais velho, Flávio da Silva, um garoto de 12 anos talentoso e trabalhador, porém debilitado e sofrendo de asma incapacitante.
 
A reportagem teve forte repercussão e apelo nos EUA, como ficou evidente pela campanha espontânea de donativos por parte dos leitores da Life. O dinheiro arrecadado permitiu a compra de uma casa própria para a família Silva, e também custeou a viagem de Flávio para tratamento de saúde nos EUA, o que rendeu uma nova reportagem de capa na Life, menos de dois meses depois da primeira matéria.
 
A primeira matéria da Life fazia parte de uma série de reportagens sobre os perigos do avanço da revolução socialista, deflagrada no continente americano dois anos antes pela Revolução Cubana. A história da família de Flávio foi tomada como exemplo da miséria brasileira, provocando no Brasil uma significativa reação, tanto da opinião pública como da imprensa, de forte viés nacionalista e ideológico.
 
Como resposta à Life, O Cruzeiro, revista ilustrada mais influente do país, enviou o fotógrafo Henri Ballot (1921-1997) para Nova York. Seguindo o mesmo roteiro de Parks no Rio, Ballot apresentou, de forma contundente, as miseráveis condições de vida da família Gonzalez, de origem porto-riquenha. Composta pelos pais e seus seis filhos, entre eles o pequeno Ely-Samuel, de nove anos, a família vivia num pequeno apartamento numa área degradada no Lower East Side de Manhattan, área próxima a Wall Street, centro financeiro do país.
 
Na capa da edição de O Cruzeiro de 7 outubro de 1961, o título era tão potente quanto o da Life: “O repórter Henri Ballot descobre em Nova York um novo recorde americano: miséria”. Este confronto entre a Life e O Cruzeiro marcou profundamente tanto Parks como Ballot, e também o próprio Flávio da Silva. Para os curadores, “o episódio evidencia a construção e a manutenção do sentido autoral em narrativas jornalísticas e documentais, especialmente em embates editoriais ideológicos e polarizados na comunicação global. Questões de edição, ética, encenação e espetacularização de temas jornalísticos relevantes acabam por recobrir as imagens com múltiplas camadas possíveis de leitura e interpretação.”
 
 
O caso Flávio
O Cruzeiro versus Life: Gordon Parks no Rio de Janeiro e Henri Ballot em Nova York
Curadoria: Sergio Burgi, Amanda Maddox e Paul Roth
Pequena Galeria
Abertura: 20 de fevereiro, 19h. Por ocasião da abertura, às 19h30, acontece uma palestra com os curadores Paul Roth e Sergio Burgi, e com o pesquisador Joaquim Marçal.
Evento gratuito. Sujeito à lotação da sala.
Visitação: de 21 de fevereiro a 5 de agosto.
 
IMS Rio
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Rio de Janeiro - RJ
Tel.: 21 3284-7400
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


voltar ao topo