Menu
Aquiles Rique Reis

Aquiles Rique Reis

Músico. Um dos integrantes do MPB4, o fluminense Aquiles também é escritor. Além do ACONTECE NA CIDADE, o cantor também colabora com suas colunas nos jornais “Brazilian Voice”, de Miami, “Meio do Norte”, de Teresina e “Jornal da Cidade”, de Poços de Caldas. É autor do livro “O gogó de Aquiles”.

URL do site: http://aquilesriquereis.acontecenacidade.com.br

De Pelotas para o Brasil

No DVD Kleiton & Kledir Ao Vivo (Orbeat, RBS e Som Livre), que tem a direção de René Goya Filho, o repertório de 16 músicas é quase todo de K&K. As exceções ficam por conta da poderosa “Canção da Meia-Noite” (Zé Flávio), de “Vento Negro” (José Fogaça), da obra-prima “Estrela, Estrela” (Vitor Ramil), da parceria de Kledir com Pery Souza (“Noite de São João” – lírica, amorosa, cativante com seu refrão contagiante) e da versão de Kleiton para “Bridge Over Troubled Water”, de Paul Simon, que em português é “Corpo e Alma”, belo tributo à fraternidade, cantado emocionadamente pelos dois: “(...) Junto a ti/ Feito corpo e alma/ Meu irmão, meu par”.   

Batatinha vive na voz de Adriana Moreira

Nascido em Salvador, em 5 de agosto de 1924, sambista e poeta, autor de mais de cem belas músicas, Oscar da Penha, o Batatinha, morreu em 3 de janeiro de 1997 sem que sua obra fosse ouvida por tantos brasileiros quantos seriam necessários para fazer dele um nome popular.

Em nome do pai e da filha

Era para ser uma única apresentação, dia 8 de outubro, no Festival Miami 2005. No Maurice Gusman Concert Hall estavam presentes mais de 800 pessoas para assistirem o concerto Bossa Nova Forever, homenagem à bossa nova, ao samba-jazz e a Elis Regina, que reuniu Carol Saboya e Antonio Adolfo a um trio formado pelo violonista e guitarrista brasileiro radicado na Flórida Cláudio Spievak, pelo baterista costarriquenho Carlomagno Araya e pelo contrabaixista venezuelano Gabriel Vivas.
Assinar este feed RSS