Menu
Espetáculo para bebês faz curta temporada na Caixa Cultural

Espetáculo para bebês faz curta temporada na Caixa Cultural

Sucesso absoluto junto ao público infantil, o espetáculo Achadouros – Teatro para bebês, concebido especialmente para crianças de 6 meses a 3 anos de idade, faz curta temporada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro. Serão oito apresentações nos dias 17, 1...

  1. Artes Visuais
  2. Cinema
  3. Show
  4. Teatro
Araken apresenta obras inéditas em individual na Galeria TAC

Araken apresenta obr…

Uma coletiva do próprio artista. É assim que o pin...

“Molde - Conversas em torno da escultura e do corpo feminino”

“Molde - Conversas e…

A mostra coletiva reúne 30 esculturas em diferente...

"Cassaro e as dobras no espaço-tempo"

"Cassaro e as d…

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro apresent...

Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas estreia segunda edição no Rio De Janeiro

Mostra Bienal CAIXA …

Depois do sucesso da edição de 2015/2016, a CAIXA ...

1ª Mostra de Cinema Egípcio Comtemporâneo – especial Mohamed Khan

1ª Mostra de Cinema …

A 1ª Mostra de Cinema Egípcio Contemporâneo é toda...

Todo menino é um rei!

Todo menino é um rei…

No próximo domingo (25/06) o sambista Alex Ribeiro...

Gerações do folk e rock rural brasileiro se reúnem em shows na Caixa Cultural

Gerações do folk e r…

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro apresenta, de 29 d...

Eliane Salek convida Beto Saroldi em show “40 anos de Palco”

Eliane Salek convida…

Casa de vários tribos e gêneros musicais, a Audio ...

Plutão Já Foi Planeta apresenta “A Última Palavra Feche a Porta”

Plutão Já Foi Planet…

O pop da Plutão Já Foi Planeta vai se encontrar no...

#SóPraRir - Show de humor que mistura stand up, personagens e esquetes

#SóPraRir - Show de …

O espetáculo de humor #SóPraRir é uma inovadora mi...

Comédia musical A cuíca do Laurindo volta ao Rio em temporada popular

Comédia musical A cu…

Criado por Noel Rosa, o personagem carioca Laurind...

Pescadores de Almas

Pescadores de Almas

Através da própria biografia Walkiria Kaminski nar...

‘2x Nelson’  com ingressos a 10 e 5 reais!

‘2x Nelson’ com ing…

Primeira tragicomédia  carioca, escrita em 1953, A...

  1. Dança
  2. Evento
  3. Fotografia
  4. Música
Anatomia dos Contatos

Anatomia dos Contato…

O espetáculo, Anatomia dos Contatos é um espetácul...

O festival Levada começa em 5 de julho com shows na Tijuca e em Ipanema

O festival Levada co…

Vêm aí dez semanas com novos nomes da música brasi...

Quadra da Mocidade vira “arraiá” para festa junina com entrada gratuita

Quadra da Mocidade v…

A quadra da Mocidade Independente de Padre Miguel ...

Casa Rosa recebe segunda edição da ‘Casa Rosa Food Park’

Casa Rosa recebe seg…

Os apaixonados pelas feirinhas de gastronomia e mo...

Festa Brasileira: Fantasia Feita à Mão

Festa Brasileira: Fa…

O Centro SEBRAE de Referência do Artesanato Brasil...

Davy Alexandrisky revela um lindo quilombo

Davy Alexandrisky re…

Ocupando as galerias 1 e 2 do Espaço Furnas Cultur...

Exposição de fotografias de Marcel Gautherot revela riqueza da cultura brasileira

Exposição de fotogra…

A maior mostra das obras do fotógrafo francês Marc...

Exposições “China de um chinês” e “Corpos”, que exibem os trabalhos dos fotógrafos chineses Wang Weiguang e Zhu Hongyu

Exposições “China de…

O Centro Cultural dos Correios abre quarta-feira, ...

FOTORIO 2017 - "Às portas do Benim" de Jean-Jacques Moles

FOTORIO 2017 - …

O fotógrafo esboça a imagem de um país travado ent...

Encerramento da VI Semana Internacional de Música de Câmara acontece na Sala Cecília Meireles

Encerramento da VI S…

Depois de uma série de apresentações na Cidade das...

Prelúdio 21 retorna às origens em concerto gratuito no CCJF

Prelúdio 21 retorna …

O grupo carioca de compositores Prelúdio 21 retorn...

Evento internacional de música de câmara acontece na Cidade das Artes

Evento internacional…

A música clássica resiste aos tempos de crise e re...

Série O Globo / Dell’Arte Concertos Internacionais 2017

Série O Globo / Dell…

Em sua 24ª edição, a Série O Globo/Dell’Arte Conce...

Mais recentes dos colaboradores

  • Escrita por
    Os tempos de exclusão e inadequação

    Alguns gêneros literários exploram a existência de segredos como elemento indispensável às tramas. A literatura, principalmente a policial, parece ignorar que sob a superfície da vida social existem intimidades preservadas até nos tempos de superexposição da atualidade. Ou apenas reflete a sensação de conhecimento a respeito das complexidades diversas que grupos sociais apresentam.

    Escrito em Segunda, 19 Junho 2017 12:02 Leia mais ...
  • Escrita por
    Duas divas

    Nunca assisti a um só programa apresentado por Hebe Camargo. Sempre a achei exagerada – no uso de joias extravagantes, roupas exuberantes compondo a figura de “perua” televisiva. E a ligava politicamente ao malufismo, o que, nos anos 1980, tinha a conotação de envolvimento com falcatruas. As poucas entrevistas que vi com ela, no entanto, me levaram a simpatizar com aquela mulher sorridente, de idade madura e indefinida, esbanjando carisma e simpatia. Eu não sabia que, mesmo sem ser parte de seu público cativo, sofrera uma “hebenização”.

    Escrito em Segunda, 15 Maio 2017 13:25 Leia mais ...
  • Escrita por
    Bom policial, mau policial

    Se as ações de policiais no mundo real nem sempre são admiráveis ou sequer respeitam a lei pela qual eles deveriam zelar, na literatura, geralmente, esses personagens se apresentam como respeitáveis representantes do Estado. Alguns, brilhantes, outros meros coadjuvantes de investigadores particulares geniais, entre eles Hercule Poirot e Sherlock Holmes. Ou, nos romances contemporâneos, burocratas sem grande imaginação, que investigam casos cuja solução será descoberta por suspeitos ou pelas vítimas do crime.

    Escrito em Terça, 02 Maio 2017 09:00 Leia mais ...
  • Escrito por
    Caymmi, o que inventou Abaeté e Itapoã

    Contam, sacaneando o autor ou o elogiando, que uma das mais lindas composições da MPB nasceu assim: um dia ele escreveu o verso “Se fizer bom tempo amanhã eu vou”. Um ano depois lembrou que precisava dar continuidade à letra e acrescentou: “Mas se por exemplo chover, não vou”. Claro que é brincadeira com a memória do maior compositor que a Bahia, onde nasceu em 1914 (no dia 30 de abril, mas pode-se comemorar todos os dias), legou ao mundo (Eu sei que temos Assis Valente, Batatinha, Gil, Caetano, Ederaldo Gentil... Mas, fazer o quê?). Também dizem as más línguas que o baiano opera em três velocidades: lento, lentíssimo e Dorival Caymmi. Pois foi lentamente que o Buda nagô dos cabelos e bigodes de algodão construiu uma das mais magistrais obras da MPB.

    Escrito em Quarta, 26 Abril 2017 11:45 Leia mais ...
  • Escrita por
    Os miseráveis

    Sofrimento, compreensão, redenção e felicidade eterna. Encadeando situações com tais elementos, a literatura ocidental vem colecionando sucessos desde a Antiguidade. Hoje, esta fórmula é seguida como enredo para filmes, depoimentos em programas “femininos”, palestras motivacionais, romances ou livros de autoajuda, geralmente com cunho autobiográfico, comovendo leitores com seus exemplos de superação. A crítica torce o nariz, o público – principalmente o britânico – adora: o mis-lit (de misery literature) foi um dos gêneros que mais cresceu em vendas no mercado editorial do Reino Unido nos anos 2000.

    Escrito em Segunda, 17 Abril 2017 09:34 Leia mais ...